Arte e Poder

Pollyana Campos Quintella

Pollyana Campos Quintella

Pollyana Quintella (Rio de Janeiro, 1992) é doutoranda pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ) e curadora da Pinacoteca do Estado de São Paulo desde 2022. Possui mestrado em História da Arte pela UERJ (2018), ocasião em que pesquisou a obra de Mário Pedrosa, com foco nos projetos idealizados pelo crítico para o MAM-Rio no final dos anos 1970, e graduação em História da Arte pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2015). Como curadora, destacam-se as exposições FARSA – Língua, Fratura, Ficção: Brasil-Portugal (SESC Pompeia, 2020-2021), Flávio de Carvalho Experimental (SESC Pompeia, 2022-2023) e Lenora de Barros: Minha Língua (Pinacoteca, 2022-2023). Foi ainda colaboradora em pesquisa e curadoria do Museu de Arte do Rio (MAR) entre 2018 e 2021. Nos últimos anos, escreveu para diversos periódicos como Jornal Folha de São Paulo, Jornal O Globo, Revista ZUM, Revista Select, Revista Continente, Revista ArteBrasileiros!, entre outras, com ênfase nas relações entre arte contemporânea, cultura visual e política. Atualmente pesquisa performances de crítica de arte no século XXI e as relações entre crise, crítica e espaço público.

Pesquisa